Bem-vindo! Nina Ateliê Festas e personalizações: um mundo colorido, cheio de personagens e fantasias! Entre em contato! ninaatelie.arte.artesanato@gmail.com
RSS

24 de set de 2011

Dicas e mais dicas: Lucre com Artesanato, como abrir um ateliê, etc

Ateliê Quinta Reverência, em São Paulo (SP)

Vi a dica "lucre com artesanato" no blog da Débora Dias http://deboradias07.blogspot.com/ que divulgou o link da matéria e achei muito interessante. Obrigada Débora!

Segue abaixo a matéria do site http://www.portaldeartesanato.com.br/:

Saiba como realizar o sonho do próprio negócio, em que planejamento e paixão pela arte são ingredientes primordiais para o sucesso

Texto Nathália Braga
Fotos Alexandre Placido (ambiente) e Paulo Gouveia


Ao decidir usar seu talento para ganhar o desejado dinheirinho extra no fim do mês, é preciso estar consciente das dificuldades e, acima de tudo, preparada para vencê-las. Para ajudá-la a enfrentar esta empreitada, confira o que diz o consultor do Sebrae-SP, Luis Alberto Lobrigatti. 



• Perfil do empreendedor: é preciso ter habilidade com artesanato, gostar de vender, de assumir riscos e ter muita persistência.

• Planejamento: o primeiro passo é planejar os custos, verificar o público alvo e a concorrência existente. Observe sua região e só dê o primeiro passo quando tiver plena segurança e conhecimento do que será feito.

• Investimento e segurança: não faça dívidas para começar a exercer a atividade e nem conte com ela como único meio de sobrevivência.

• Oportunidade: no artesanato, é possível começar aos poucos, não sendo necessários grandes investimentos.

• Ansiedade: não existe prazo médio para se ter um retorno financeiro. Por isso, planeje com calma e trabalhe dia após dia.

• Matéria-prima: na hora das compras, pesquise, negocie e procure reduzir custos, mas sem perder a qualidade.

• Clientela: uma boa forma de atrair clientes é participar de eventos específicos da área, como feiras e exposições.

• Vendas: não tenha vergonha de a
presentar seus produtos a vizinhos ou em lojas para consignação.

• Preço: para calculá-lo, você deve somar o custo total da peça, despesas com locomoção e embalagem e a margem de lucro desejada.

• Renda: O salário mensal deve ser proporcional ao tempo dedicado ao artesanato.

Fique atenta!
Para facilitar e proporcionar o comércio artesanal, a Sutaco presta serviço de emissão de nota fiscal para venda, exposição e consignação de peças artesanais. Para isso, é preciso que o artesão esteja regularmente cadastrado. No site da Sutaco, é possível se cadastrar, preencher o formulário de pedido de emissão de nota fiscal e  saber mais a respeito de impostos. Acesse: www.sutaco.com.br(clicar no link “Nota Fiscal”). Se preferir, mande um e-mail para: notafiscal@sutaco.com.br


Cris Rocha, proprietária do ateliê
Quinta Reverência
Exemplo de sucesso
Cris Rocha, proprietária do ateliê Quinta Reverência, em São Paulo, começou a se interessar pelas artes quando percebeu que podia transformar objetos de sua casa em peças encantadoras. Desde então, especializou-se no assunto e atualmente possui um ateliê que é referência em criatividade. Inspire-se nesta história!

Faça Fácil: Como ter sucesso nos negócios?
Cris Rocha: Ter planejamento comercial e financeiro. Manter a perseverança no ideal do projeto, estar atenta para detectar os erros e ter flexibilidade para adequar o projeto a novas situações.

FF:
 E nos negócios artesanais, especificamente, o que é principal?
CR: Inovar. Agregar muita identidade às peças e soltar a imaginação.

FF:
 Qual é a tendência artesanal ? No que as pessoas podem apostar que é venda certa?
CR: A moda tem uma tendência oriental. As imagens da Índia e do Japão são bem-vindas neste momento. Lembrando que as peças utilitárias são sempre as mais vendidas.

FF:
 Teve algum momento em que você se viu diante de uma situação difícil?
CR: Já tive de encarar um dia sem abrir o caixa. E para sair deste marasmo, a Quinta Reverência voltou a sua atenção para a condição de fornecedora.

FF:
 O retorno financeiro é algo que geralmente pode desestimular por demorar um certo tempo. Como conviver com isso?
CR: Não estagnar e ter reserva financeira.

FF:
 Qual mensagem você deixa a quem está começando agora?
CR: O artesanato pode ser um bom negócio. Planejar é fundamental. E dar vazão à criatividade é vital! 



Outras dicas:
Como abrir um Ateliê
Divulgando seu trabalho
Como ser um artesão profissional
Quanto cobrar por seu artesanato
Como ser um vendedor de sucesso







4 comentários:

lilisinha disse...

Ótima dica! adorei a matéria!
Ótimo final de semana!
Bjos Carinhosos.

Débora Dias disse...

Olá Nina,

Obrigada pela gentileza de citar meu blog. Abraços,
Débora Dias.

Flavia Ambrosio disse...

Ola!!!!
Gostei muito desta materia, sobre artesanato e como administrar um negocio. Vai ajudar bastante a me organizar... Parabens pelo seu Blog!!!
Beijossss...

Ana Paula Yoshida disse...

ótimas dicas!!! :O)