Bem-vindo! Nina Ateliê Festas e personalizações: um mundo colorido, cheio de personagens e fantasias! Entre em contato! ninaatelie.arte.artesanato@gmail.com
RSS

20 de abr de 2010

A importância do ensino de Arte na formação humana parte II

Por Carolina Rodrigues (nina)

Muitos têm preconceito a Arte e, conseqüentemente, não valorizam o seu ensino formal. Esquecem que a roupa, o calçado, seus adornos, a cadeira, o carro etc., são alguns exemplos de produtos do desenho. Isto é notável, por exemplo, na Publicidade, que desde as embalagens de um produto alimentício aos grandes anúncios como banners e telões, são feitos por profissionais que trabalham com conhecimentos específicos de História da Arte, Fotografia, Arte Computacional, cores, formas, enfim, vários conteúdos de Arte.
Grande porcentagem das profissões está ligada direta ou indiretamente às Artes. Todas as atividades profissionais envolvidas com a imagem (cinema, publicidade, design, arquitetura, moda, etc.) são melhores desenvolvidas por pessoas que têm algum conhecimento de Arte.
Um dentista, especialista em restauração, por exemplo, se conhecesse Arte teria muito mais habilidade em moldar um dente, pois, para isso, é necessário ter atenção, percepção, noções de proporção, de cor, uma coordenação motora bem aguçada, dentre outros. Na indústria têxtil, desde a tessitura ao produto final, são bem mais atraentes os trabalhos desenvolvidos por profissionais que conhecem Arte.
Segundo Barbosa (1991), “todos os trabalhadores de TV, desde o produtor até o cameraman, seriam melhores profissionais se conhecessem Arte, porque estariam mais bem preparados para julgar a qualidade e a propriedade das imagens.” Foi feita uma pesquisa nos Estados Unidos mostrando que profissionais que tiveram algum curso artístico são mais eficientes, pois escolhem melhor os enquadramentos e dominam melhor a imagem que jogam em nossas casas.
Cada pessoa tem habilidades diferenciadas e por isto os indivíduos necessitam uns dos outros. A Arte faz parte da vida de todos nós e é importante na formação do ser humano, já que ela ajuda a desenvolver a sensibilidade, a visão de mundo, a percepção, a reflexão, a criatividade, o pensamento crítico, dentre outras habilidades.
O Ensino de Arte permite a compreensão de outros modos de viver e de ver o mundo, amplia nossa visão, não oferecendo verdades prontas e acabadas, mas, ao contrário, possibilita novas perguntas, novos questionamentos, levando à construção do conhecimento. A esse respeito, afirmamos que
A Arte e o ensino não é apenas uma questão, mas muitas questões, não um problema, mas inúmeros desafios, uma tentativa instalando estados de tensividades entre olhares, busca e encontros aprofundados, pois arte é conhecimento a ser construído incessantemente. (FRANGE, 2002, p.47).

Desse modo, a Arte na Educação é imprescindível no auxílio da formação de uma civilização, despertando em cada indivíduo a conscientização necessária à modificação do sistema vigente, pois, com a Arte no Ensino, os alunos aprendem a pensar, a analisar, refletir, ou seja, a Arte exige posicionamento do aluno frente ao que está posto, dando consciência aos seus direitos e deveres. Devido a isso, não são todos governantes que dão o devido valor no Ensino de Arte, pois, fica difícil manipular um povo possuidor de uma própria reflexão acerca de si mesmo e do mundo que o rodeia.

Referências Bibliográficas:

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no Ensino de Arte: anos oitenta e novos tempos. São Paulo: Perspectiva /Ichope, 1991, 134 p.
FRANGE, Lucimar Bello P. Arte e seu ensino, uma questão ou várias questões? In:BARBOSA, Ana Mae (Org.). Inquietações e mudanças no ensino da Arte. São Paulo: Cortez, 2002.

2 comentários:

Debora França disse...

Amei seu cantinho, bem a sua cara...
E, tipo, adorei as informações...
Obrigada por compartilhar....
Beijos
Debora

Diogo França disse...

Excelente gatíssima. Esse artigo contribui de maneira significativa para o conteúdo da internet que é carente de informações de arte e educação. Bjos